Sorriso largo...

sábado, 15 de setembro de 2018

Poesia Encena, e Versos de Cordel na Cena Carioca/2018


Caros leitores, professoras e admiradores da Arte e da Poesia,


Os Projetos Poesia Encena, e Versos de Cordel na Cena Carioca/2018, apoiados pela Gerência de Leitura e Audiovisual – SME encerram neste dia 17 de setembro/2018 a primeira fase de realizações. Para tanto, o grande-final se dará com uma Ciranda de artes, músicas e poesias produzidas pelas professoras durante os cursos. As trovas abaixo são oriundas de pesquisas e organização de Fátima Mota e Heloisa Crespo.

TROVAS POPULARES
TROVAS INFANTIS
Joguei pedrinha no tempo
Joguei bola no campinho
Corri na chuva descalço
Nunca prendi passarinho.
****************************

Tomei chuva na calçada
Corri atrás de marreco
Pulei corda, soltei pipa
Até brinquei com o eco.
*****************************

Eu tenho linda boneca
Com cabelo cacheado
É uma boneca sapeca
Com  um vestido rendado.
******************************

Quando chego na escola
Com os amigos vou falar
Trato  todos com respeito
Pois não gosto de brigar.
****************************
FATIMA MOTA
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
Enviado por FATIMA MOTA em 01/05/2010
Reeditado em 19/11/2011
Código do texto: T2230421

Trechos de A Criança em Trovas

Se alimentas a esperança
De habitar o paraíso,
Torna-te como criança
Conserva puro o sorriso.
ANA LUCIA FINAZZI

Criança alegre brincando
se afigura, aos olhos meus,
um lírio desabrochando
nas mãos sagradas de Deus.
ANTONIO JURACI SIQUEIRA

Não deixes que o pranto ronde
Teus olhos verdes, criança…
É triste ver que se esconde
Numa lágrima a eaperança!
CAROLINA RAMOS

A mãe que sorrindo beija
o rosto de seu filhinho,
é gratidão que sobeja
no mais arguto carinho.
CIDINHA FRIGERI

A Criança tão gentil,
feliz e muito brejeira,
merece, em nosso Brasil,
ser amada e ser primeira!
CIDINHA FRIGERI

Ao falar da educação
que falta à nossa criança,
dizemos com o coração:
Abraçai esta Esperança!
CIDINHA FRIGERI

Crianças de rua à espera
De que o porvir lhes sorria,
Semeiam grãos de quimera
Nos campos da fantasia..
DARLY O. BARROS

No meu tempo de criança,
bati “pelada” na areia…
Saudade, doce lembrança
da minha bola de meia.
DJALMA MOTA

Criança muito levada,
que corre, chuta e sacode…
Que disciplina, que nada:
– Casa da vó tudo pode!
ELIANA JIMENEZ

Eu não me sinto esperança
e é mentira de quem diz,
que é direito da criança
ter direito a ser feliz!
FRANCISCO JOSÉ PESSOA

Criança, joia preciosa,
às vezes até chateia,
mas é linda, carinhosa…
e que Deus nos presenteia!
GLÓRIA TABET MARSON

CRIANÇA “não tem juízo”
mas tem, em dobro, a emoção…
Por isso, sempre é preciso
conquistar seu coração!
HERMOCLYDES SIQUEIRA FRANCO

Se me dessem o direito
de um só pedido fazer,
pediria, então sem jeito:
ser criança até morrer!
ISTELA MARINA DE SOUZA GOTELIPE LIMA

Ser adulto é viver sem esperança:
Séria, inibida de olhar feio.
Queria voltar a ser criança,
Brincar, pular, sorrir sem freio…
IVONE VEBBER

Ó minha amada Esperança,
brincalhona e sorridente,
és um resto de criança
que fica dentro da gente!…
JOSÉ FABIANO

Nos meus tempos de criança,
brincadeiras sem cansar…
Foi-se o tempo da balança,
dos castelos feitos no ar!
JOSÉ FELDMAN

Sonho um mundo colorido,
flores perfumando a estrada,
sem um ai, sem um gemido
de criança abandonada.
MARINA VALENTE

Pensava que nessa vida
só me faltava partir
mas esqueci a partida,
vendo a criança a sorrir!
MESSODY RAMIRO BENOLIEL

Inda guardo na lembrança
Os momentos de alegrias
Que vivi quando criança…
Fui feliz naqueles dias.
MOREIRA LOPES

Criança,sempre criança,
em qualquer lugar do mundo.
Ela é luz!… Esperança,
de país melhor, fecundo!
NADIR NOGUEIRA GIOVANELLI

Quando sinto-me criança,
revivendo aquela idade,
sinto mais que uma lembrança…
Vivo um sonho em realidade!
NEI GARCEZ

Por toda essa minha vida
desde os tempos de criança
conservo fé aguerrida,
no coração, esperança.
OLGA MARIA DIAS FERREIRA

Reconquista a esperança
e vive alegre e contente
quem faz sorrir a criança
que mora dentro da gente.
OLYMPIO COUTINHO

Voltei a ter confiança
neste mundo tão ruim
ao descobrir a criança
que ainda habitava em mim!
RENATO ALVES

No peito do poeta brinca
Uma criança pequenina
Que sai pintando de tinta
As metáforas e as rimas.
RICARDO EVANGELISTA
  
Como um jardim de esperanças,
das sementes brotam flores…
Assim crescem as crianças,
com seus dons e seus louvores.
SÔNIA VASCONCELLOS

Recordo, ao passar das horas,
do meu tempo de criança…
alegre, cantando auroras,
tecendo a doce lembrança!
VANDA ALVES

Força e coragem criança,
a vida sorri lá fora…!
O estudo será a poupança
e há de chegar sem demora!
VÂNIA MARIA SOUZA ENNES


Todos os direitos de autoria e publicação reservados aos autores e organizadores.
Fonte:
Heloísa Crespo (Organização e Programação Visual). Ciranda “Criança em Versos”. Campos dos Goytacazes/RJ, 2011. E-book cedido pela autora.


                                                         

********

****************             




2 comentários:

Deixe aqui seus comentários e visite também:
http://cordeldesaia.blogspot.com